Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Dilma anuncia auditoria para investigar vazamento

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, anunciou hoje que vai pedir uma auditoria do Instituto de Tecnologia da Informação (ITI) em todos os computadores da Presidência da República para investigar o vazamento de dados sobre gastos do governo Fernando Henrique Cardoso. Queremos uma avaliação técnica de tudo o que tem nos computadores que estavam sendo usados no processo, seja no nosso período, seja no período anterior, afirmou.

Agência Estado |

"Temos certeza de que o crime reside no vazamento e este governo não vazou e não difundiu informações sigilosas."

"Até agora não apareceu o vazador. O que se sabe é que houve senador de oposição que recebeu o banco de dados", afirmou ela, referindo-se, sem citar nomes, ao senador Alvaro Dias (PSDB-PR), que admitiu ter tido acesso ao dossiê. Segundo a ministra, "foi insinuado que havia o conhecimento de algum deputado da situação". "Este até agora não apareceu", disse ela, em entrevista coletiva, para rebater novas denúncias sobre um suposto dossiê divulgadas hoje em reportagem do jornal O Estado de S.Paulo. .

Segundo Dilma Rousseff, o governo está extremamente empenhado em averiguar o que aconteceu. "Houve uma tentativa de dolo muito clara", disse. A ministra informou ainda que irá avaliar com o Ministério da Justiça a possibilidade da Policia Federal (PF) investigar o vazamento. Ela disse ainda que "as informações relativas aos ministros não são confidenciais porque não nasceram confidenciais". "Não há respaldo para o sigilo."

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG