http://images.ig.com.br/ult_us/selo_eleicoes.jpg align=leftA candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, se reúne nesta segunda-feira com lideranças de cinco partidos - além do PT - para criar um conselho de campanha. O grupo debaterá propostas para o programa de governo e até mesmo a agenda da candidata. O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza, disse que PMDB, PCdoB, PR, PDT e PRB terão representantes no conselho. ¿Vamos criar um grupo que contribuirá com a campanha com sugestões e discussões sobre a candidatura¿, disse o deputado. A ideia é acomodar os líderes com funções na campanha petista, como uma forma de agradar os aliados.

Dilma terá uma agenda cheia nesta segunda. Após maratona de três dias no Rio Grande do Sul, a petista lançará hoje o seu site pessoal, em Brasília. Dirigentes do PT afirmam que o site de Dilma terá "características de blog" e, por enquanto, não abrigará conteúdo eleitoral, tarefa quase impossível diante da dificuldade de controlar os internautas.

Preocupada em não ferir a legislação, que proíbe propaganda antecipada de candidatos na internet, o comando da campanha petista consultou vários juristas, entre o quais Márcio Thomaz Bastos.

O PT quer ter exército de 200 mil filiados na internet. O cálculo tem como referência os cadastrados na rede de e-mails do partido, que devem atuar como guerrilheiros da blogosfera, convencer o eleitor a votar em Dilma e rebater ataques contra ela.

Mais tarde, Dilma irá a jantar na casa do deputado Eunício Oliveira (PMDB-CE), organizado por Vaccarezza. No encontro, deverão estar presentes os principais líderes aliados do governo Lula.

Twitter

No dia 11 de abril, Dilma estreou no twitter , seguindo os passos dos presidenciáveis como o tucano José Serra , a senadora Marina Silva (PV-AC) e o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE).

*Com informações da Agência Estado

Leia mais sobre: Dilma Rousseff  - eleições 2010


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.