Dias: oposição pode convocar Lina para depor na CCJ

A oposição tentará convocar a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira para depor na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), caso os senadores que representam a base governista na CPI da Petrobras barrem os requerimentos de convocação da ex-secretária apresentados pelos senadores Alvaro Dias (PSDB-PR) e Antonio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA). A informação é do senador Alvaro Dias.

Agência Estado |

Na última quinta-feira, o relator da CPI, senador Romero Jucá (PMDB-RR), sugeriu que a comissão rejeitasse os requerimentos de convocação de Lina Vieira. A oposição negociou e a votação dos pedidos de convocação foi adiada.

Interessa à oposição que Lina Vieira explique o que sabe sobre as razões de sua demissão e sobre a manobra contábil da Petrobras para pagar menos impostos e preste informações sobre a conversa que teria tido com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Lina disse, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo , que Dilma lhe teria pedido, no final do ano passado, para "agilizar a fiscalização do filho do Sarney". A ex-secretária afirma ter entendido o pedido de Dilma como um recado "para encerrar" as investigações sobre o empresário Fernando Sarney.

Na CPI da Petrobras a oposição ocupa apenas cinco das 15 cadeiras. Também na CCJ a oposição é minoria, mas poderá contar, nessa comissão, com a ajuda de seu presidente, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), para aprovar a convocação de Lina Vieira. Amanhã a CPI da Petrobras tomará o depoimento do secretário interino da Receita, Otacílio Cartaxo, e a oposição deverá aproveitar a ocasião para pressionar pela convocação de Lina Vieira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG