O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), afirmou no começo da noite que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, concordou em ampliar de oito para nove anos o prazo de pagamento dos empréstimos emergenciais oferecidos pelos bancos federais para os Estados, em razão das perdas de receita causadas pela crise econômica. Ele disse que o ministro concordou também em trocar a correção, atualmente em taxa Selic, para TJLP mais 3% ao ano - o que, na prática, significa uma redução dos juros da linha de crédito de 10,25% para 9,25% ao ano.

O ministro teria concordado ainda, segundo Dias, em antecipar para Estados e municípios o repasse dos recursos do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Segundo o governador, esse repasse é feito em quatro parcelas e Mantega informou que eles ocorrerão em duas vezes, nos dias 31 de maio e 1º de julho. O Ministério da Fazenda ainda não se pronunciou sobre o resultado da reunião do ministro com governadores dos Estados do Nordeste.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.