Dias diz que enviará relatório da CPI da Terra a Mendes

Ex-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Terra, senador Álvaro Dias (PSDB-PR), decidiu hoje encaminhar ao ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, à Procuradoria Geral da República (PGR) e ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, cópia do relatório final que aponta irregularidades envolvendo entidades ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Em 2005, o texto final da CPI já apontava desvio de R$ 18 milhões das entidades Associação Nacional de Cooperação Agrícola (Anca), Confederação das Cooperativas de Reforma Agrária do Brasil (Concrab) e Instituto Técnico de Capacitação e Pesquisa da Reforma Agrária (Iterra).

Agência Estado |

Na época, relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) pediu reembolso aos cofres públicos do valor.

"Como nada foi feito e as denúncias voltam à tona, vou reenviar o relatório", disse Dias. Para o tucano, o governo Luiz Inácio Lula da Silva é "conivente" com o MST. "Há uma relação de promiscuidade do governo com o movimento e o presidente Lula é conivente", afirmou. "O MST não é mais aquele. Ele foi invadido por pseudo lideranças do campo que transformaram o movimento em aparelho político", criticou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG