Diarréia por rotavírus cai 95% em SP após vacinação, diz secretaria

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde o número de casos de diarréia causada por rotavírus despencou 94,7% no Estado de São Paulo na comparação entre 2005 e 2007. O principal motivo foi a introdução da vacina contra a doença no calendário básico do Sistema Único de Saúde (SUS), ocorrida em março de 2006.

Agência Estado |

O levantamento também revelou que, do total de amostras de fezes de casos suspeitos encaminhadas para análise no Instituto Adolfo Lutz, órgão da Secretaria, apenas 3,7% foram positivas para rotavírus neste ano, contra 10% em 2007, 16,2% em 2006 e 17,7% em 2005.

Em 2005 quando a vacina ainda não estava disponível na rede pública, houve 3.144 ocorrências ligadas a surtos (dois ou mais casos num mesmo local em curto espaço de tempo) no Estado. Já em 2007 foram confirmados apenas 164 casos. Neste ano são apenas 3, registrados de janeiro a julho. Em 2006 haviam sido 2.084 casos.

Vacinação

Para ficar imune à doença as crianças precisam tomar duas doses da vacina. A primeira deve ser aplicada com dois meses de idade (no máximo com três meses e 7 dias); a segunda dose em crianças com cinco meses de idade (no máximo com cinco meses e 15 dias). O prazo entre cada dose deve ser respeitado.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG