Devotos antecipam oferendas a Iemanjá em Copacabana

A areia quente da Praia de Copacabana foi tomada nesta tarde por mulheres de vestidos armados em renda branca e homens de calças compridas igualmente brancas, que se reuniram para as oferendas à Iemanjá, a rainha do mar. Foi a sétima edição da festa, que tradicionalmente ocorria na virada do ano e ganhou dia próprio, a fim de abrir espaço na praia para turistas.

Agência Estado |

"Estava impraticável. Não tínhamos como trazer sacerdotes para uma festa profana", explica Jorge Mattoso, secretário da Congregação Espírita Umbandista do Brasil, que organizou a festa em frente ao ponto 3. Setecentos metros adiante, no posto 4, havia outro "terreiro" - uma tenda, com arquibancadas - organizada pelo Mercadão de Madureira, maior centro comercial de produtos religiosos da cidade. Ao todo, 15 mil pessoas eram aguardadas para os dois eventos.

Os devotos de Iemanjá levaram pedidos, flores, perfumes, bijuterias e espelhos para a orixá. No fim da tarde, barquinhos eram preparados para serem lançados ao mar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG