Deverão ser demolidas 500 casas em Angra, diz prefeito

O prefeito de Angra dos Reis, Tuca Jordão (PMDB), anunciou hoje que deverá demolir pelo menos 500 casas construídas na encosta dos 15 morros do centro histórico da cidade. Segundo ele, todas essas construções estão em áreas de risco e podem desabar caso ocorram novas chuvas no município.

Agência Estado |

Cercado por moradores do Morro da Carioca, que cobraram providências para a realocação de desabrigados, Jordão disse que vai oferecer aluguel social e novos abrigos da prefeitura para quem está com a casa interditada. No local morreram 18 pessoas na virada do ano.

O prefeito também se queixou do que chamou de "morosidade" da Caixa Econômica Federal (CEF) na liberação de recursos para dois projetos habitacionais na cidade. Ainda de acordo com Jordão, o ministro das Cidades, Márcio Fortes, deverá visitar o município na quinta-feira para anunciar a liberação de recursos federais para a reconstrução das áreas afetadas. As estimativas da prefeitura indicam que serão necessários R$ 250 milhões para reparar os prejuízos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG