Uma mulher morreu ontem, em Alto Jequitibá, na região da Zona da Mata, em Minas Gerais, após um deslizamento de terra de uma encosta provocado pelas chuvas que atingiram a cidade por mais de 12 horas, segundo informações da Defesa Civil Estadual. Neuta Alves Ferreira, de 59 anos, e seu filho, de 16 anos, tentavam dar vazão à água da chuva que atingia a residência, escavando na base de um barranco existente nos fundos de sua moradia.

O barranco acabou cedendo e deslizou sobre mãe e filho. Vizinhos realizaram os primeiros socorros, retirando o menor com vida e apenas com ferimentos leves. A mãe do garoto não resistiu e morreu.

Outra cidade que registrou alagamentos foi Manhuaçu. Segundo a Defesa Civil, a chuva que caiu sobre a cidade por mais de 24 horas ininterruptas provocou a elevação do nível das águas do rio e cerca de 500 casas foram afetadas, deixando aproximadamente duas mil pessoas desalojadas e 23 desabrigadas. Não houve vítima em decorrência do desastre, mas o sistema de abastecimento de água e de transporte ficaram inoperantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.