Deslizamento de pedra deixa um morto em Santa Catarina

Uma pedra de 200 toneladas deslizou e atingiu quatro casas e deixou outras 14 interditadas, na cidade de Florianópolis

AE |

selo

Uma pessoa morreu nesta terça-feira (13) em um deslizamento de uma pedra de aproximadamente 200 toneladas, que atingiu quatro residências e deixou 14 casas interditadas, por estarem em área de risco, em Florianópolis, Santa Catarina. Segundo a Defesa Civil estadual, o deslizamento foi provocado pela forte chuva e queda de granizo que atingiram o Estado entre a segunda e terça-feira. 

Temporada de chuvas põe em teste sistemas de prevenção instalados no Rio

AE
Morro da Mariquinha tem várias casas interditadas após o deslizamento da pedra
A queda de granizo afetou o município de Biguaçu, que decretou situação de emergência. Cerca de 350 residências foram danificadas e três mil pessoas foram atingidas. As áreas mais atingidas foram as comunidades de Tijuquinhas, Loteamento Ipacaraí, Cachoeiras, Loteamento Jardim Carolina e Areias de Cima, Praia de Baixo, Balneário São Miguel e Prado Saudade. 

Na área rural, as comunidades afetadas são Santa Catarina, Alto Biguaçu, Rússia, Santa Cruz, Encruzilhada, Três Riachos, Sorocaba de Dentro, Sorocaba de Fora e Fazenda. O abastecimento de energia, transporte e comunicação ficaram prejudicados. 

As chuvas e queda de granizo também provocaram várias ocorrências em outros municípios. Em Governador Celso Ramos, a queda de granizo na noite de segunda-feira danificou 30 residências. Na cidade de Palhoça, devido às fortes chuvas, ocorreram vários pontos de alagamentos nos bairros Centro, Ponte Imaruí, Barra do Aririu, Pontal, Jardim Eucalipto, Caminho Novo, Frei Damião e Brejaru. 

Leia mais sobre chuvas e áreas de risco:

- Minas Gerais: "Eles serão menores, mas nós teremos prejuízo"

- Franco da Rocha: "Não dou conta de mais uma enchente"

- São Paulo: "Espero pelo pior e posso perder tudo de novo"

No Bairro Jardim Eucalipto a defesa civil juntamente com o Corpo de Bombeiros retirou 20 crianças de uma creche. Um casal de idosos foi levado para casa de parentes, pois a residência apresenta problemas estruturais. Em São José, a defesa civil registrou pontos de alagamentos em vários bairros. No município de Curitibanos, devido ao granizo, no Distrito de Santa Cruz do Pery foram afetadas 280 pessoas e ficaram danificadas 60 residências. 

Em Balneário Barra do Sul, o granizo atingiu as regiões do Centro, Salinas e Costeiras. Segundo informações da Coordenadoria Regional Norte, o vendaval forte juntamente com granizo causou danos em diversos bairros do município. Ficaram desalojadas 30 pessoas e 400 afetadas no total. Ficaram danificadas 199 residências e tiveram problemas no sistema de energia.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG