A agricultora Quitéria Maria da Silva e seu neto Alan da Silva morreram no final da tarde de ontem devido a um deslizamento de barreira que destruiu a casa onde moravam, no distrito de Vila Nova, em Quipapá, na zona da mata pernambucana. A criança, de 5 anos, foi encontrada ainda com vida na madrugada de hoje pelos bombeiros, que passaram a noite na busca dos dois soterrados.

Ela chegou a ser socorrida na unidade de saúde local e depois foi transferida, em estado grave, ao Hospital Regional do Agreste, em Caruaru. Porém, não resistiu. A agricultora, de 48 anos, já foi encontrada sem vida.

Outras duas pessoas ficaram feridas no acidente, mas não correm risco de morte. Uma forte chuva que durou cerca de meia hora provocou o deslizamento. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Codecipe), 17 municípios de Pernambuco foram afetados pelas chuvas, principalmente no sertão e no agreste. Destes, oito decretaram estado de emergência. São 279 os desabrigados - pessoas que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos - e 900 os desalojados - os que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.