Desfiles da Parada Gay na Paulista terminaram às 18h

Até às 18 horas de hoje, todos os trios elétricos, 22 no total, que participaram da Parada Gay já tinham atravessado a Avenida Paulista. Mas isso não significou o fim da festa.

Agência Estado |

A multidão que ainda ocupava boa parte da Paulista depois da passagem dos trios se dirigia para a Rua do Consolação, descendo em direção à Praça Roosevelt, onde deve dançar ao som de música eletrônica até o fim da noite.

Os moradores da região pareceram aproveitar a Parada Gay neste ano. Bandeiras com as cores do arco-íris - símbolo da causa homossexual - podiam ser vistas nas janelas de alguns apartamentos. Na Rua da Consolação, moradores aproveitavam as marquises sobre algumas lojas para improvisar um camarote e curtir a festa de um local privilegiado.

Também não faltaram as tradicionais fantasias. Desde luxuosos vestidos de princesa até singelas sungas de super-homem, todos tentavam de alguma forma se manifestar e pedir tolerância sexual.

Nos postes ao longo das vias por onde passou a Parada Gay, banners davam o tom político da festa: "Se a expressão de qualquer amor é um direito, o Estado garante, as religiões respeitam."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG