Desentendimento pode tirar Maradona da Argentina

Diego Maradona ainda nem estreou e já pode deixar o comando da seleção argentina. O astro ficou furioso com Julio Grondona, presidente da AFA, que quer se intrometer na escolha dos auxiliares da equipe.

Agência Estado |

Maradona quer ter Oscar Ruggeri ao seu lado, mas o homem forte do futebol argentino não pretende aceitar.

"Se Ruggeri não sobe no avião comigo para a Escócia, eu tampouco vou", teria dito Maradona. O problema é que Grondona não suporta Ruggeri, um crítico feroz do dirigente "Não gosto da cara dele", disse.

Especulações indicam que Maradona pelo menos poderia viajar para Glasgow neste sábado para o jogo da seleção da Argentina com a seleção da Escócia. Eles estaria sendo acalmado, mas poderia renunciar depois do jogo.

Maradona também teria reclamado a seus amigos que está sentindo-se "limitado" no posto de técnico, e afirma que tem todo o direito de designar seus colaboradores. Inicialmente, a AFA gostaria que Jose Luis Brown e Sergio Batista fossem os auxiliares do treinador.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG