Desembargadora defende independência de atuação de juízes

SÃO PAULO - A presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, Marli Ferreira, divulgou nesta sexta-feira uma carta a magistrados comentando o atual confronto de decisões do juiz federal Fausto Martins de Sanctis e o presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Enquanto o magistrado pediu duas vezes a prisão do banqueiro Daniel Dantas, o juiz ordenou a sua soltura em ambos os momentos.

Redação |

Segundo a desembargadora, um dos predicamentos mais importantes da magistratura é a independência de seus juízes, ou seja, a qualidade que impõe a esses órgãos políticos, não se submeterem a qualquer outra postura, que não seja a de julgar segundo a lei e a Constituição.

A presidente do TRF responsável pelos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul disse ainda que o Poder Judiciário sempre apelará para que os juízes nunca se verguem ante interesses subalternos, pois ceder à campanha que se arma para desonrar qualquer de seus membros é amesquinhar a função judicial de aplicar e dizer o direito.

Leia mais sobre: TRF

    Leia tudo sobre: daniel dantas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG