Descobertas fibras utilizadas por humanos há mais de 34.000 anos

Uma equipe de arqueólogos e paleobiólogos americanos e georgianos descobriram fibras de linho utilizadas por humanos há mais de 34.000 anos em uma caverna da Geórgia, segundo estudo publicado nesta quinta-feira.

AFP |

São as fibras trabalhadas por humanos pré-históricos mais antigas descobertas até o momento. Até agora, as mais antigas datavam de 28.000 anos e foram descobertas em Dolni Vestonice, um conhecido sítio arqueológico situado na República Tcheca.

O linho descoberto pode ter servido para fazer tecido, cordas e cestas, segundo a pesquisa publicada na revista Science.

"Foi um invento essencial para os primeiros humanos", enfatiza Ofer Bar-Yosef, professor de arqueologia pré-histórica da Universidade de Harvard, um dos principais co-autores da pesquisa.

Os objetos e roupas fabricados com estas fibras aumentaram as possibilidades de sobrevivência desses humanos e sua capacidade de se deslocar nas duras condições dessa região montanhosa, segundo o arqueólogo.

js/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG