Descoberta arqueológica sugere a existência de uma rainha de Canaã

Uma equipe de arqueólogos israelenses anunciou a descoberta de uma representação da realeza com traços femininos, evocando que, na antiga região de Canaã, havia uma rainha, ao contrário do que aparece no texto bíblico, onde só são mencionados reis.

AFP |

Trata-se deu uma placa de cerâmica onde se vê desenhada uma figura real. A placa foi encontrada em 2008 nas escavacões a oeste de Jerusalém, na região de Bet Shemesh, segundo uma publicação de abril da Universidade de Tel Aviv.

O penteado da personagem e as flores de lótus em suas mãos sugerem que é uma mulher, que havia reinado em 1350 antes de Cristo, assinalam os cientistas responsáveis pela escavação, Shlomo Bunimovitz e Zvi Lerderman, do departamento de Arqueologia da Universidade.

Pode representar, segundo eles, "a dona da leoa", uma misteriosa mulher que reinou em Canaã sob domínio egípcio.

Os arqueólogos assinalam que, no local das escavações, foram encontrados vestígios de uma importante cidade cananeia, de 1.500 habitantes, que foi destruída.

Canaã é o termo utilizado na Bíblia para a zona situada entre o Mar Mediterrâneo e o rio Jordão, no Oriente Médio, antes da conquista de Josué e das tribos de Israel, 1.200 antes de Cristo.

ms/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG