Uma descarga elétrica matou o estudante Valtair Jardim de Oliveira, de 18 anos, quando ele se encostou na grade de proteção do abrigo de um ponto de ônibus do centro de Porto Alegre, no final da noite desta terça-feira.

Morador da zona leste da cidade, o jovem havia saído da escola e esperava pelo ônibus. Quando tocou na proteção metálica do abrigo, sofreu o choque.

O acidente provocou troca de acusações entre a Secretaria de Mobilidade Urbana de Porto Alegre e a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). A secretaria revelou que a Empresa Pública de Circulação e Transportes (EPTC) já havia recebido reclamações de usuários e avisado a CEEE do problema depois de ter constatado, com seus técnicos, que havia energização na grade.

A estatal estadual negou ter sido comunicada das ocorrências anteriores e emitiu nota informando que seus funcionários foram ao local depois da tragédia, quando constataram que a causa do problema foi a energização de um poste de iluminação pública. O texto destaca, no entanto, que a instalação e manutenção do equipamento é de competência da prefeitura.

A administração municipal também emitiu nota informando que está fazendo uma investigação e se comprometeu a tornar o resultado público. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar responsabilidades.

Leia mais sobre: descarga elétrica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.