As 47 famílias prejudicadas pelo rompimento da Barragem Algodões I, em Cocal, no Piauí, serão transferidas das quatro escolas onde estão abrigadas para a Escola Técnica Agrícola. Segundo o governo do Estado, os detalhes estão sendo acertados para que as aulas no município possam ser reiniciadas na segunda-feira.

A presidente da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi), Lucile Moura, informou hoje que as águas chegaram a atingir o muro da Escola Técnica, mas que os reparos estão sendo feitos.

Essas famílias permanecerão no novo abrigo até terem suas casas construídas pelo Governo do Piauí. A previsão é de que isso ocorra até o final do ano. A Defesa Civil do Estado levou a Brasília as informações do incidente em Algodões I para que os recursos sejam liberados pelo Governo Federal.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deve liberar amanhã o trecho da BR 343, entre Parnaíba e Buriti dos Lopes, que também foi destruído pelas águas com o rompimento da Barragem Algodões I no último dia 27. O rio Pirangi não suportou o volume de água e transbordou, destruindo as cabeceiras da ponte, que fica a apenas 5 quilômetros do centro da cidade de Buriti dos Lopes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.