O desabamento de parte de um complexo esportivo em construção matou hoje três operários e feriu outros três em Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre. Os mortos foram identificados como João Amaral, Jairo Aguiar e Rudimar Santos Abreu.

Os sobreviventes, Alexandre Schaurenberger, João Luiz de Borba e José Osmar dos Santos Marques, foram internados no Hospital Geral, em estado considerado regular, sem correr risco de morte.

O acidente ocorreu no final da manhã, quando a maioria dos trabalhadores estava saindo para o almoço. Investigações preliminares indicam que uma viga de sustentação do terceiro piso cedeu e caiu sobre a estrutura dos andares inferiores da construção, feita em sistema de montagem. Os trabalhadores que estavam no primeiro andar perceberam que a estrutura ia cair e conseguiram se abrigar ou pular para fora do edifício. Os que estavam no térreo não tiveram tempo de escapar e foram soterrados.

O resgate foi demorado porque havia risco de queda de outras vigas, pilares e paredes. Marques, um dos feridos, contou às rádios locais que estava se preparando para almoçar quando ouviu um forte barulho e, percebendo que a estrutura ia cair, resolveu pular de uma altura de três metros. Schaurenberger e Borba foram atingidos por pedaços de concreto e sofreram fraturas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.