Deputados gaúchos coletam na rua assinaturas para CPI

Os deputados da oposição começaram a coletar hoje, nas ruas do Rio Grande do Sul, assinaturas de apoio à criação da uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades do governo Yeda Crusius (PSDB). No primeiro ato da campanha, Raul Carrion (PC do B), Raul Pont (PT), Stela Farias (PT) e Elvino Bohn Gass (PT) foram hoje ao Largo Glênio Peres, em Porto Alegre, para pedir a adesão da população à proposta.

Agência Estado |

Uma banca instalada no local recolheu cerca de mil assinaturas.

As bancadas do PT, PC do B, PSB e parte da bancada do PDT que estão passando o abaixo-assinado esperam obter 20 mil assinaturas da população para pressionar os deputados dos demais partidos a subscreverem o requerimento para a criação da CPI. Por enquanto, a proposta tem 17 das 19 assinaturas necessárias e parece ter chegado ao seu limite. Os outros 37 deputados têm se mostrado contrários à investigação parlamentar.

Durante o feriado de Corpus Christi os deputados favoráveis à CPI prometem coletar milhares de adesões ao abaixo-assinado em visitas a suas bases no interior do Estado. "As pesquisas mostram que 80% dos gaúchos querem a abertura da investigação e a Assembleia não pode continuar ignorando o desejo majoritário da população", disse Bohn Gass.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG