Deputados da CPI terão acesso a dados no TCU

Depois de reunião a portas fechadas, os integrantes da CPI Mista dos Cartões Corporativos decidiram hoje à noite que oito parlamentares da comissão - quatro da oposição e quatro da base aliada - terão acesso aos documentos sigilosos com os gastos da Presidência da República com cartões corporativos que estão no Tribunal de Contas da União (TCU). A cada semana, dois parlamentares poderão ser trocados.

Agência Estado |

A CPI tem 24 titulares e 24 suplentes.
Na tentativa de evitar vazamento do conteúdo da papelada, os deputados e senadores que vão ao TCU serão proibidos de usar celular, fotografar e tirar cópia dos documentos. A presidente da CPI, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), defendeu que cada parlamentar possa levar um assessor para analisar a documentação. Os governistas se posicionaram contra a proposta. Os parlamentares terão acesso aos documentos todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos, das 8h às 22h. Os parlamentares poderão analisar a papelada em poder do TCU a partir de terça-feira, dia 22.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG