Deputado tucano pede impeachment do vice de Yeda

O deputado estadual Coffy Rodrigues (PSDB) encaminhou hoje pedido de abertura de processo de afastamento contra o vice-governador Paulo Afonso Feijó (DEM) ao presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, Ivar Pavan (PT). Rodrigues afirma que Feijó cometeu crime de responsabilidade por ter atuado como diretor da empresa A.

Agência Estado |

Paulo Feijó Participações, que prestou serviços de consultoria à Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) entre 28 de junho de 2007 e 10 de março de 2008, ao mesmo tempo em que ocupava cargo público.

O advogado de Feijó, Marco Antônio Campos, sustenta que o contrato foi legal e que seu cliente não estava mais na direção da empresa nas três vezes que assumiu o governo do Estado, de 19 de março a 2 de abril, de 30 de abril a 3 de maio e de 16 a 21 de agosto de 2008.

A iniciativa de Rodrigues embaralha ainda mais o confuso cenário político gaúcho. Além da solicitação do parlamentar tucano, a procuradoria da Assembleia está analisando um pedido de impeachment contra a governadora Yeda Crusius, formulado por sindicatos de servidores estaduais, e o requerimento para abertura de uma CPI para investigar atos de corrupção de agentes públicos. Os pareceres serão emitidos nos próximos dias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG