Deputado recua e defende restrição na cota de passagem

O deputado Silvio Costa (PMN-PE) mudou de opinião. Ao contrário do que articulou durante toda a semana, ele não irá mais defender que parentes dos parlamentares viajem a Brasília com a cota de passagens aéreas pagas pela Câmara. Agora ele será um ¿militante¿ do presidente Michel Temer (PMDB-SP), em defesa do projeto que determina que somente deputados e assessores a serviço viajem com passagens pagas com dinheiro público.

Congresso em Foco |

Conversei com a minha família, minha esposa e filhos, e alguns amigos, e fiz uma reflexão. Não acredito que minha tese se caracteriza em patrimonialismo ou malversação de recurso público. Mas defendi uma tese que não teve consistência na opinião pública, então mudei, disse em entrevista ao Congresso em Foco.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco

Leia tudo sobre a 'farra das passagens aéreas'

    Leia tudo sobre: congresso em focopassagem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG