Tamanho do texto

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (DEM), decidiu se licenciar do cargo por tempo indeterminado. O deputado distrital, filmado colocando maços de dinheiro nas meias, será substituído pelo vice, Cabo Patrício (PT).

Após reunião de quatro horas ontem, a Casa decidiu instalar uma CPI para investigar o "mensalão do DEM". Além disso, será eleito um novo corregedor para investigar o caso.

Júnior Brunelli (PSC), atual corregedor, é apontado como beneficiário do esquema e foi filmado conduzindo a chamada "oração da propina", na qual agradece, com Prudente, o dinheiro recebido do ex-secretário Durval Barbosa. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.