O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Grande do Sul cassou hoje o mandato do deputado estadual Coffy Rodrigues (PSDB) por infidelidade partidária. O órgão julgou ação movida pelo PDT, partido pelo qual Coffy foi eleito suplente em 2006 e de onde saiu para ingressar no PSDB em 2007.

Conforme o TRE, esta foi a primeira cassação de mandato de deputado estadual por infidelidade partidária. A sentença tem efeito imediato após sua publicação. O PDT disse que o segundo suplente da bancada, Ciro Simoni, assumirá a cadeira de Coffy. O deputado informou que irá recorrer da decisão e considerou que houve "perseguição política".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.