Deputado líder em processos no STF quer voltar a ser governador

BRASÍLIA - Líder em número de processos no Supremo Tribunal Federal (STF) entre os 594 parlamentares, o deputado Neudo Campos (PP-RR) trabalha para vencer mais que as 17 acusações a que responde na mais alta corte do País. Cinco anos após ter sido preso pela Polícia Federal, acusado de comandar um esquema que desviou R$ 230 milhões dos cofres públicos, de acordo com a denúncia, o ex-governador de Roraima já articula abertamente seu retorno ao governo do Estado nas eleições de 2010. Para isso, costura o apoio de ex-adversários políticos.

Congresso em Foco |

Em dez ações penais e sete inquéritos, o Ministério Público Federal acusa Neudo Campos de formação de quadrilha, peculato (desvio de dinheiro), compra de votos e crime contra a Lei de Licitações. O deputado rebate as acusações, diz que os processos foram desdobrados para prejudicá-lo e que nunca soube dos desvios em sua administração.

Leia tudo no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: congresso em foco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG