O deputado federal Carlos Wilson Campos (PT-PE) morreu na noite de sábado, 11, aos 59 anos, em Recife (PE). O parlamentar lutava contra um câncer havia mais de 5 anos.

Desde o mês passado, estava internado em estado grave no Hospital Santa Joana. O corpo dele está sendo velado no hall do Palácio do Campo das Princesas. Três bandeiras cobrem o seu caixão: a do Brasil, a de Pernambuco e a do Náutico, time do qual era torcedor.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), e sua esposa, Renata Campos, estão no velório. Wilson iniciou sua carreira política em 1975, quando se tornou deputado federal pela Arena. Em 1986, candidatou-se a vice-governador de Pernambuco com Miguel Arraes, que havia sido deposto em 1964. Em abril de 1990, Arraes deixou o cargo e Wilson assumiu o governo por 11 meses.

Carlos Wilson presidiu a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) entre 2003 e 2006, primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula embarcará para Pernambuco para prestar sua homenagem ao deputado. O enterro está marcado para as 16 horas deste domingo, 12, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, cidade na Região Metropolitana de Recife.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.