Deputado defende expulsão de Osmar Serraglio do PMDB

BRASÍLIA-O deputado Wladimir Costa (PMDB-PA) enviou carta nesta terça-feira (20) a todos os deputados federais defendendo a expulsão de Osmar Serraglio (PR), primeiro-secretário da Câmara dos Deputados, do PMDB. Serraglio concorrerá à presidência da Casa nas eleições do dia 2 de fevereiro contra Michel Temer (SP), candidato oficial do seu partido, o PMDB. Também estão na disputa: Ciro Nogueira, do PP do Piuí, e Aldo Rebelo, do PCdoB paulista.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

  • Garibaldi condiciona retirada de candidatura a votação no PMDB
  • Sarney avisa Lula que vai disputar no voto com Viana
  • Congresso em Foco: Com Sarney, governo ficará fora da disputa no Senado, diz Tião 
  • De acordo com Costa, Osmar Serraglio se lançou na disputa sob forte descontrole emocional e disseminou uma postura desagregadora entre a legenda peemedebista.

    A incoerente e desleal atitude do deputado Osmar Serraglio, não só significa uma afronta aos princípios éticos do PMDB, como também ofensa brutal aos colegas de Parlamento e um grave desrespeito aos objetivos programáticos que o partido historicamente vem lutando para a construção de uma Nação soberana e pela consolidação de um regime democrático, pluralista e, sobre tudo, socialmente justo, alega.

    Ainda segundo Wladimir Costa, Serraglio fez absolutamente nada como primeiro secretário da mesa diretora da Câmara, apesar de ter traído o seu colega de partido, o deputado Wilson Santiago. Costa diz isso porque, em 2007, quando houve a última eleição da Mesa Diretora, Santiago era candidato oficial do PMDB, mas Serraglio ganhou o cargo como candidato avulso.

    Leia mais sobre : presidência do Senado

      Leia tudo sobre: osmar serragliowladimir costa

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG