O deputado Rogério Marinho (RN) entrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com pedido de declaração de justa causa para se desfiliar do PSB. Marinho se diz descontente com os líderes do partido, que o teriam preterido na escolha do candidato à Prefeitura de Natal, em favor de acordo para coligação em torno da candidatura da deputada Fátima Bezerra - que perdeu a eleição.

Resolução do TSE considera justa causa para desfiliação a incorporação ou fusão de partido, formação de nova sigla, mudança no programa partidário ou grave discriminação pessoal - a alegação de Marinho. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.