O depoimento do promotor José Carlos Blat, responsável pela investigação do suposto esquema de desvio de recursos na Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) para campanhas do PT, foi adiado. Blat se disse disposto a falar, mas só depois do oferecimento formal da denúncia.

O depoimento do promotor estava marcado para amanhã.

Mais cedo, o tesoureiro do PT e ex-presidente da Bancoop, João Vaccari Neto, encaminhou ofício à CPI das ONGs no Senado solicitando que seu depoimento, marcado para amanhã, fosse adiado.

Em documento encaminhado à comissão, o petista afirma que seu advogado está em Washington, nos Estados Unidos, e, por essa razão, gostaria que sua vinda ao Congresso fosse realizada a partir do dia 26. A expectativa é que o novo depoimento de Vaccari seja marcado entre os dias 6 e 7 de abril.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.