Os depoimentos do pai e da irmã de Alexandre Nardoni, indiciado ontem pela morte da menina Isabella, foram adiados para a próxima terça-feira, segundo informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública. Os interrogatórios estavam marcados para este sábado, mas o delegado responsável pelo caso atendeu pedido de adiamento apresentado pelos advogados que trabalham na defesa de Alexandre.

Eles argumentaram que os membros da família Nardoni ficaram muito cansados após os depoimentos de ontem prestados no 9º Distrito Policial (Carandiru).

Ontem, Alexandre respondeu a interrogatório das 11h30 às 19h15, sendo indiciado no início da noite por homicídio doloso triplamente qualificado, por motivo torpe, cruel e sem possibilidade de defesa da vítima. Em seguida, foi a vez da madrasta de Isabella, Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, prestar esclarecimentos. O depoimento de Anna Carolina adentrou a madrugada e, ao final, ela também foi indiciada.

Ainda não há horário marcado para os depoimentos de Antônio e Cristiane Nardoni, na próxima terça. No interrogatório, a irmã de Alexandre deve esclarecer as informações de que teria recebido um telefonema na noite do crime e em seguida dito uma frase que comprometeria Alexandre. Na ocasião, ela estava em um bar com música ao vivo.

Isabella morreu no dia 29 de março, após cair do 6º andar do prédio onde o pai, Alexandre Nardoni, mora com a mulher, Anna Carolina, e os dois filhos do casal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.