Tamanho do texto

BRASÍLIA - O Departamento Médico da Câmara dos Deputados (Demed) foi evacuado no início da tarde desta terça-feira diante da constatação de vazamento de produtos químicos. Informações preliminares dão conta de que amônia e mercaptoetanol, produto usado em exames imunológicos, teriam vazado.

De acordo com o padioleiro Antônio Anderson Cardoso, que atua na enfermaria do departamento, ninguém passou mal no local. A assessoria de comunicação da Câmara informou que o Laboratório de Análises Clínicas seria o local do vazamento.

O farmacêutico Welington Divino, que trabalha ao lado do laboratório sentiu irritação na pele e ardência nos olhos. Os produtos seriam tóxicos e inflamáveis. Uma amostra dos produtos será analisada pelo Centro de Informação Toxicológico da Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

O problema teria sido detectado por uma diretora do departamento que, rapidamente, acionou o diretor-geral. Os bombeiros atuam no local para conter o vazamento. A passagem de pessoas pelo Anexo 3 da Câmara, próximo às salas da comissões, está interrompido temporariamente. Apenas casos que possam ser atendidos na emergência do departamento estão sendo recebidos.

(Com informações de Regina Bandeira)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.