BRASÍLIA - O presidente da Câmara, deputado Michel Temer (PMDB-SP), informou que vai encaminhar amanhã à Corregedoria da Casa publicações da imprensa sobre irregularidades no uso de verba indenizatória por deputados. Cada deputado tem direito mensalmente a verba indenizatória de R$ 15 mil, mas segundo denúncia do jornal Folha de S. Paulo alguns deputados teriam usado a verba de forma irregular.

Vou mandar isso à Corregedoria para levantar se houve irregularidades, se houver irregularidade haverá apuração e processamento. Há casos listados muito rapidamente. A corregedoria e nós levantaremos aqueles que sejam eventualmente irregulares e que não sejam meros indícios apenas, disse Temer.

Ele não quis adiantar sobre as punições para os parlamentares. Prefiro não fazer nenhum juízo de valor nesse momento. Eu prefiro que se faça a apuração. A apuração é que vai determinar qual é o valor que se dará a essas informações. Vou encaminhar amanhã à Corregedoria.

Também nesta terça-feira, Temer reúne-se, às 11 h, com os líderes da Casa para decidir a pauta de votações. Ele incluiu na pauta dois projetos sobre o pré-sal: o que trata do regime de partilha e o que trata da capitalização da Petrobras. A decisão sobre qual matéria será votada será tomada na reunião. Os líderes é que decidirão o que é que deve votar em primeiro lugar, se partilha ou capitalização.

Leia mais sobre Câmara dos Deputados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.