Denúncia de bomba esvazia prédio de faculdade em São Paulo

O prédio do Instituto de Farmacologia e Biologia Molecular da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), localizado em Vila Clementino, zona sul da capital paulista, teve de ser esvaziado na noite de terça-feira após uma ligação anônima pela qual a telefonista do instituto foi informada sobre a existência de uma bomba em um dos quatro prédios do complexo universitário.

Agência Estado |

Policiais militares do 12º Batalhão foram chamados e, após uma hora de varredura nos edifícios, localizaram uma sacola azul, na qual havia a suposta bomba, e uma caixa preta contendo um interruptor em um dos lados, na posição ligado.

Agentes do Grupo de Ações Táticas e Especiais (Gate) deslocaram-se até a Unifesp. O entorno do prédio foi isolado e o interior esvaziado.

Na madrugada, a caixa foi detonada pelos policiais. De acordo com a polícia, as primeiras impressões mostraram que no interior do pacote havia uma bateria e um relógio tipo despertador. A rua foi liberada ao trânsito e os moradores puderam ter acesso às residências próximas. A polícia irá analisar as imagens das câmeras da Unifesp para tentar identificar quem teria deixado o pacote no instituto.

    Leia tudo sobre: bomba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG