Dentista é acusado de arrancar dentes de 3º paciente

A Polícia Civil do Distrito Federal instaurou hoje mais um inquérito para investigar a suspeita de que o dentista Wilson Oliveira Santos extraiu todos os dentes de um terceiro paciente com problemas mentais, em 2005. A denúncia foi feita pelo pai da vítima na sexta-feira.

Agência Estado |

Os nomes ainda não foram revelados.

O dentista foi indiciado, no final do mês passado, por lesão corporal gravíssima por ter extraído todos os dentes de César Oliveira Ferreira, 17 anos, também com problemas mentais. Uma perícia feita a pedido da polícia indicou que apenas dois dentes do paciente estavam com problemas e deveriam ser extraídos. Os demais estavam saudáveis.

Na última semana, um segundo inquérito foi aberto para apurar se Santos foi o responsável pela extração de todos os dentes de Roberto Carlos Pinto Duarte, 35 anos. Nesse último caso, a polícia apreendeu uma autorização assinada pela mãe do paciente para a extração de todos os dentes. A mãe de Duarte, afirma ser analfabeta e diz não saber o conteúdo do documento que assinou.

O delegado responsável pelo caso, Laércio Rosseto, da 5ª Delegacia de Polícia, afirma que as denúncias precisam ser analisadas em separado e com cautela. "Um caso não tem conexão com o outro. Precisamos ter prudência na apuração porque a polícia não está aqui para incriminar, e sim para investigar", diz.

O Conselho Regional de Odontologia do Distrito Federal (CRO-DF) tem dois processos abertos que podem resultar na expulsão do dentista. Wilson Oliveira Santos foi procurado ontem pela reportagem, mas não respondeu aos telefonemas e não foi encontrado em seu consultório e em sua casa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG