Onze cidades do Paraná estão em alerta para a infestação do mosquito da dengue, segundo pesquisa divulgada nesta semana pela Secretaria da Saúde Estadual. O Levantamento Rápido de Índice de Infestação de Aedes Aegypti no Estado (Liraa) foi feito para fornecer dados em tempo hábil a fim de fortalecer as ações de combate ao mosquito transmissor da doença.

O estudo foi realizado entre os meses de outubro e novembro com 20 municípios do Paraná, sendo que um apresentou risco eminente, 11 estão em alerta e cinco têm índices satisfatórios. Três não informaram os dados até o momento.

Entre os municípios analisados, 70% apresentam índices de infestação predial entre 1% e 3,9%, considerados de médio risco. São eles: Foz do Iguaçu, Cascavel, Paranavaí, Maringá, Apucarana, Cambé, Londrina, Guairá, Campo Mourão, Cianorte e Santa Helena. A cidade de Paiçandu registrou índice de infestação predial superior a 4%.

Dos 20 municípios analisados, apenas cinco apresentaram índices satisfatórios. São eles: Curitiba, Umuarama, Toledo, Mandaguari e Marialva. Os locais onde menos de 1% dos imóveis apresentam infestação por larvas do mosquito Aedes Aegypti são considerados de baixo risco, embora casos isolados possam ocorrer.

No Paraná, o Liraa é aplicado desde 2003 e prevê a divisão das cidades analisadas em extratos, cada um contendo entre 8 mil e 12,5 mil imóveis com características semelhantes, sendo que pelo menos 450 imóveis devem ser visitados pelos agentes de endemias. As informações são da Agência Estadual de Notícias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.