Tamanho do texto

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) iniciou na manhã de hoje o depoimento ao delegado da Polícia Federal William Murad, que investiga a autoria do grampo telefônico que gravou uma conversa do senador com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, em julho passado. A pedido do senador, o depoimento está sendo feito em seu gabinete.

Um pouco antes do início do depoimento, Demóstenes recebeu um telefonema do presidente da Casa, Garibaldi Alves (PMDB-RN), comunicando que policiais federais estão inspecionando o prédio para investigar a existência ou não de grampos telefônicos no Senado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.