Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

DEM quer apurar se Dilma usou politicamente evento no Planalto

BRASÍLIA (Reuters) - O DEM anunciou nesta quinta-feira que vai protocolar uma representação na Procuradoria Geral da República contra a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para que se apure improbidade administrativa ou crime de responsabilidade em reunião com movimentos sociais, na quarta-feira. Dilma foi saudada por integrantes de movimentos sociais como a futura presidente do Brasil e teve seu nome gritado em coro. Logo após o evento, a ministra classificou a manifestação de pouco protocolar por ter ocorrido no Palácio do Planalto.

Reuters |

O DEM questiona a promoção pessoal e o uso da estrutura e do cargo, explorados, no entender do partido, para projetar politicamente a imagem da ministra.

"A representação irá apurar se os manifestantes, ligados a entidades de cunho social, estudantil e sindical, foram deslocados de forma proposital ao evento ou se, até mesmo, foram custeados os gastos com dinheiro público", disse o partido em nota.

(Reportagem de Ana Paula Paiva)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG