Preso no presídio da Papuda, o suplente de deputado distrital Geraldo Naves foi expulso ontem do DEM. A decisão foi tomada diante da possibilidade de Naves assumir a vaga de titular na Câmara Legislativa.

Com a expulsão, o suplente não poderá concorrer às eleições deste ano.

Aliado do governador afastado - que está preso na Superintendência da Polícia Federal (PF) - José Roberto Arruda, Naves teve a prisão preventiva decretada sob a acusação de participar da tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra, uma das testemunhas da Operação Caixa de Pandora, que investiga o chamado "Mensalão do DEM".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.