DEM diz que abandona Conselho de Ética se Moraes for mantido relator

BRASÍLIA - O líder do DEM na Câmara, deputado Ronaldo Caiado (GO), disse nesta quarta-feira que os membros de seu partido vão abandonar o Conselho de Ética (CE) caso o deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), aquele que afirmou estar se ¿lixando para a opinião pública¿, não seja afastado da relatoria do processo contra o deputado dono do Castelo de R$ 25 milhões, Edmar Moreira (sem partido-MG).

Severino Motta |

Vamos deixar o Conselho de Ética. Não podemos aceitar que o Sérgio Moraes seja mantido, ele já antecipou seu voto [pela absolvição]. Ele não tem a liturgia do cargo e entendemos que não cabe fazer declarações agressivas contra a opinião pública, pois somos representantes do povo. Por isso, se ele ficar, nós não temos como participar de um Conselho como esse, explicou.

A ação foi planejada nesta manhã, depois de Caiado ter sido informado que a intenção dos membros do Conselho é de manter Sérgio em seu posto. Caso isso seja feito, o DEM vai abrir mão de quatro membros do CE, dois titulares e dois suplentes. Com isso o partido ficaria sem representantes até o fim da Legislatura, visto que o mandato no CE é dois anos.

Nesta tarde o Conselho vai se reunir para deliberar sobre a manutenção ou não de Moraes na relatoria do Caso Edmar ¿ acusado de ter repassado recursos de sua verba indenizatória para sua empresa de segurança sem que serviços fossem prestados. A reunião vai ser fechada.

Leia também:

Leia mais sobre: Edmar Moreira

    Leia tudo sobre: edmar moreira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG