DEM deve pedir afastamento mas não fará representação

Em rápida reunião, o DEM decidiu não apresentar representação contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética. Mas no conselho, que vai se reunir amanhã, os senadores do DEM votarão pela abertura de processos, a partir das ações que já foram apresentadas contra o presidente do Senado.

Agência Estado |

Ao todo são 11 - cinco representações e seis denúncias. Por unanimidade, a bancada do DEM manteve a posição de defender o afastamento de Sarney da presidência da Casa. O líder do partido, José Agripino Maia, vai anunciar estas decisões na reunião do plenário, prevista para esta tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG