BRASÍLIA - O DEM decidiu obstruir todas as votações da Câmara em protesto contra o regime de urgência dado pelo Executivo aos quatro projetos de lei que instituem o novo marco regulatório do pré-sal.

Segundo o líder do partido, deputado Ronaldo Caiado (GO), a bancada não acha que a proposta seja urgente, sobretudo após ter sido debatida por mais de um ano dentro do governo.

"É um desrespeito do Executivo contra o Congresso Nacional", disse, antes de se reunir com integrantes do PSDB e do PPS para tentar uma oposição fechada dos partidos de oposição.

Leia mais sobre: Câmara - pré-sal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.