uso indevido da Abin, diz defesa de Dantas - Brasil - iG" /

Delegado fez uso indevido da Abin, diz defesa de Dantas

O advogado Nélio Machado, que defende o sócio-fundador do Grupo Opportunity, Daniel Dantas, criticou hoje o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz. O delegado admitiu, na quarta-feira, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos, na Câmara, que agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) participaram da Operação Satiagraha, da PF, de maneira informal.

Agência Estado |

"Ele usou a Abin de forma indevida, como se fosse uma ação entre amigos", criticou Machado. E completou: "Protógenes se esquivou de todas as indagações."

O advogado de Dantas falou com a imprensa em frente ao prédio da 6ª Vara Criminal da Justiça Federal, em São Paulo, e prometeu questionar Protógenes sobre suas atitudes. "Quando ele vier à 6ª Vara como testemunha arrolada pelo Ministério Público, indagarei sobre várias ilegalidades da investigação que ele comandou", disse Machado. "Todas essas imperfeições, pendências e arbitrariedades serão questionadas para que venham explicações plausíveis."

    Leia tudo sobre: dantas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG