mercado negro de grampos - Brasil - iG" /

Delegado da PF diz que há mercado negro de grampos

O delegado da Polícia Federal Élzio Vicente da Silva, que comandou a Operação Chacal, em que a Polícia Federal investiga suposta espionagem da Telecom Itália pela Kroll, disse em depoimento à CPI dos Grampos hoje, na Câmara dos Deputados, que existe um mercado negro de grampos telefônicos no País. O mercado, segundo ele, seria comandado por empresas que realizam serviços de espionagem particular.

Agência Estado |

Ele afirmou ainda ter conhecimento de que as empresas têm "tabelas de preços" para as interceptações de telefones fixos e celulares. "Não me lembro dos valores da tabela, mas telefone fixo era mais barato do que celular para grampear", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG