O delegado Ricardo Jean Maluf, titular da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Diadema, na região metropolitana de São Paulo, não resistiu aos ferimentos e morreu ontem após ser baleado dentro da delegacia. O acusado de ter feito o disparo é o escrivão Henrique Dejol.

O delegado foi levado para o Pronto-Socorro Central e posteriormente foi transferido para o Hospital Municipal para passar por cirurgia, mas não resistiu. O corpo será velado na Academia de Polícia do Butantã, na zona oeste de São Paulo. O crime ocorreu após uma discussão provocada pelo desaparecimento de um cheque.

Leia mais sobre: polícia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.