Deflação maior no atacado garante queda do IGP-10

SÃO PAULO (Reuters) - A forte desaceleração dos preços de alguns produtos no atacado garantiu uma queda do IGP-10 na abertura de 2009, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira. O Índice Geral de Preços-10 caiu 0,85 por cento em janeiro, seguindo a leve alta de 0,03 por cento em dezembro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pelo cálculo.

Reuters |

O indicador foi calculado com base na variação dos preços entre os dias 11 de dezembro e 10 de janeiro.

A queda foi mais acentuada do que o estimado por analistas consultados pela Reuters, que apostavam em um recuo de 0,42 por cento para o indicador. Em janeiro de 2008, o IGP-10 teve alta de 1,02 por cento.

Entre os componentes do IGP-10, o Índice de Preços por Atacado (IPA) caiu 1,50 por cento em janeiro, ante queda de 0,22 por cento em dezembro.

De acordo com comunicado da FGV, a forte queda de 7,53 por cento dos preços do subgrupo Veículos e acessórios respondeu, em boa medida, pela forte retração do IPA.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), por sua vez, subiu 0,62 por cento, mesma variação registrada no último mês de 2008.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou um ganho de 0,17 por cento, uma desaceleração frente ao avanço de 0,33 por cento de dezembro.

(Por Renato Andrade)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG