Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Definição sobre palanque de Dilma em São Paulo fica para início de abril

A decisão sobre o palanque da ministra da Casa Civil Dilma Rousseff em São Paulo não deve acontecer antes de abril. Depois da reunião na manhã de quarta-feira, na qual admitiu a possibilidade de disputar o governo paulista, o deputado Ciro Gomes (PSB) voltou a ser a primeira opção do PT e aliados. A direção do partido cancelou uma reunião marcada com o senador Aloizio Mercadante para a manhã de sexta-feira, na qual seria tratada a eleição estadual.

Ricardo Galhardo, iG São Paulo |

"Antes do fim do prazo de desincompatibilização vai ser difícil uma definição", disse o presidente do diretório estadual do PT, Edinho Silva.

O prazo termina no dia 3 de abril. Ciro não precisa se desincompatibilizar mas acredita que ao término do prazo o quadro eleitoral estará praticamente definido.

Segundo Edinho, os dirigentes PT, PSB, PDT e PC do B que estiverem quarta-feira de manhã com Ciro estabeleceram um cronograma de diálogo. A próxima conversa está marcada para a segunda quinzena de março e a seguinte para o início de abril.

"Até lá creio que o quadro estará mais definido", disse Edinho.

Segundo ele, os partidos ofereceram a Ciro uma estrutura política e eleitoral inédita. "É uma senhora composição que pode chegar a 11 partidos além de amplos setores sociais como a quase totalidade das centrais sindicais. Ele ficou sensibilizado", disse Edinho.

No final da reunião o presidente do PT paulista perguntou de havia a hipótese da candidatura ao governo. "Se não houvesse a hipótese não teria transferido meu título para São Paulo", respondeu o deputado.

 

Leia tudo sobre: ciro gomeseleições 2010pt

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG