O governador Sérgio Cabral venceu o ex-governador Anthony Garotinho ao fazer do ex-deputado Eduardo Paes o candidato do PMDB à prefeitura do Rio na convenção do partido, realizada na Câmara dos Vereadores. Paes venceu o deputado federal Marcelo Itagiba, afilhado político de Garotinho, conquistando 136 votos dos 203 delegados que votaram.

Cabral votou pela manhã e não estava no plenário na hora da decisão. Presidente estadual do PMDB, Garotinho passou a tarde perto da urna, mas saiu antes da apuração.

Paes discursou pregando a reunificação do partido e ganhou o apoio de Itagiba. Sobre a participação de Garotinho em sua campanha, foi evasivo. "Quero apoio de todo mundo. Depende de quem quiser fazer campanha", afirmou. "O PMDB é um partido grande, diverso. Vamos trabalhar para a união de todas as forças."

Ex-tucano, Paes filiou-se ao PMDB no fim do ano passado, um dia antes do prazo estipulado pela Justiça Eleitoral. Ele sofria resistências no PMDB, especialmente de Garotinho e Jorge Picciani, presidente do diretório municipal e da Assembléia Legislativa. Os dois chegaram a ensaiar uma aproximação com o DEM do prefeito Cesar Maia para apoiar a candidata dele, Solange Amaral. Cabral então resolveu apoiar o petista Alessandro Molon até conseguir atrair Picciani, decisivo para a vitória de Paes ontem. O presidente da Assembléia, no entanto, advertiu Paes que sua campanha deve ser partidária e não pessoal.

Inelegível

Apesar de Itagiba também ter discursado pela união, ele ainda não saiu do páreo. Na véspera da convenção, Garotinho fez circular um parecer jurídico que considera Paes inelegível. É que a desincompatibilização dele do cargo de secretário de Esportes só foi publicada no Diário Oficial um dia depois do prazo estabelecido pela lei eleitoral, com data retroativa, enquanto estava em viagem oficial à Grécia. Antes da convenção, foi firmado um acordo para que Itagiba assuma a candidatura caso Paes sofra impedimento. "Eu tenho absoluta tranqüilidade em relação a essa questão legal", disse Paes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.