Definição de comissões divide governistas no Senado

A divisão nos partidos da base aliada ao governo no Senado ficou clara, hoje, na reunião dos líderes partidários, que não chegaram a um acordo sobre a composição das comissões permanentes. O impasse está entre PTB e PT, que brigam pela presidência da Comissão de Infraestrutura do Senado.

Agência Estado |

A bancada do PT reivindica o direito de fazer a indicação do nome do presidente dessa comissão, enquanto o PTB, que tem uma bancada menor, quer a presidência para o senador Fernando Collor de Mello (AL). A entrada do PTB na disputa se deve a um acordo feito com o PMDB em troca de votos para a eleição do senador José Sarney presidente do Senado.

A senadora Ideli Salvatti (PT-SC), que reivindica a presidência da Comissão de Infraestrutura, disse na reunião, de mais de três horas, que a comissão é estratégica e caberia ao PT. O líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), ainda tentou convencer Ideli a aceitar o comando da Comissão de Educação, o que o PT rejeitou.

O PTB se recusou a trocar o comando a Comissão de Infraestrutura pela presidência da Comissão de Mudança Climática ou pela presidência da Comissão de Desenvolvimento Regional, que cabem ao PMDB. Se não houver acordo amanhã, é provável que os partidos disputem no voto. O PSDB está fechado com o PT, e a candidatura de Collor tem o apoio do PMDB, DEM e PTB.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG