Deficiente auditivo terá serviço telefônico especial

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu hoje destinar o número 142 a um serviço de telefonia para comunicação de deficientes auditivos. Todas as empresas de telefonia fixa e celular serão obrigadas a manter uma central de intermediação para esse tipo de comunicação.

Agência Estado |

O deficiente auditivo terá de comprar um aparelho de telefone especial, que tem um teclado alfanumérico, como o de computadores, para que possa se comunicar por escrito com a central de intermediação.

Na central, a mensagem enviada por escrito será recebida por um atendente que a remeterá ao destinatário ou por escrito ou oralmente, por telefone, dependendo do caso. As operadoras terão 180 dias, a partir da edição da resolução da Anatel, para adaptarem os sistemas. O conselheiro da Anatel Pedro Jaime Ziller afirmou que a ligação para o número 142 terá a mesma tarifa de um telefonema comum.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG